Boa-Caixa-Organizadora-Transparente

Caixas organizadoras podem se transformar em ótimos objetos de decoração em uma casa. Elas são funcionais, úteis para acomodar uma diversidade de outros objetos que, no dia a dia, nem sempre são usados com certa frequência. Há ainda os casos de pessoas que estão organizando suas casas, ou em pequenas reformas, e que precisam delas para organizar tudo o que tem para uso. O bacana é que há tantas caixas organizadoras bonitas que elas não precisam ser apenas uteis para acomodar as coisas.

Os modelos ideais de caixas organizadoras são as que possuem tampas. Estas podem ser usadas para todos os tipos de organização, desde ordenar os brinquedos das crianças, quando organizar mantimentos dentro dos armários, separando-os por prioridade de uso, tamanho e validade. Podem ser coloridas, no caso de serem usadas para organizar os quartos dos pequenos. Podem ser transparentes, caso o destino sejam armários. Tudo vai depender do gosto particular, bem como do estilo que já está presente na casa.

No mercado, podem ser encontrados os modelos tradicionais de papelão também. Em geral, são bonitas, decoradas, com motivos de personagens e até mesmo quadrinhos adultos.  No entanto, não costumam ser muito duráveis, em especial se colocadas em certos ambientes.

Se as caixas forem colocadas em prateleiras e manuseadas com frequência não podem ser de material sensível, posto que a durabilidade delas será bem curta.

Quem está com a casa em ordem e quer deixar as caixas no chão, como elemento decorativo mesmo, os modelos ideais são os de plástico, também com tampas. Há ainda opções de caixas feitas em MDF, são bem resistentes, entretanto,  costumam custar um pouco a mais, dos que as apresentadas nos modelos anteriores.

As caixas organizadoras podem ser ainda mais úteis. Em seus interiores é possível colocar divisores – mais conhecidos como colmeias. Caixas pequenas com colmeias em seus interiores podem ser colocadas em gavetas e gaveteiros.

Dessa forma, organizar calcinhas, meias sutiãs por cores e usos frequentes é uma garantia de melhor organização do espaço. A dica também serve para toda a organização do roupeiro. Peças que costumam ser usadas em poucas ocasiões, podem ficar seguras de traças, mofos e outros tipos de causadores de danos em tecido, se forem postas em sacos plásticos e guardadas em caixas organizadoras. Elas dão um ar bem leve aos armários e closets.

Aproveite para também usar estas caixas organizadoras em escritórios ou home offices.

 


Bela-Cozinha-Com-Itens-Decorativos

Hoje a tendência para melhorar a decoração e a funcionalidade de uma cozinha é aproveitar todos os utensílios usados nela, para também realizar a parte decorativa do ambiente. Um dos elementos que servem para isso, e nos quais se deve investir é na utilização de copos. E sempre é importante lembrar que não é possível imaginar uma cozinha sem copos, não é verdade?

Os copos podem ser usados para algumas funcionalidades que não apenas tomar os líquidos. Eles podem ser usados como suporte para talheres, caso estes fiquem à mostra. Os copos muitas vezes são também usados como ‘medidores’. Embora não sejam de uma precisão total, ajudam muito aquelas cozinheiras de final de semana que não têm balanças em casa, ou que ainda não estão acostumadas com a tradição dos gastrônomos de seguir pesos à risca.

Há vários tipos de copos que devem fazer parte daquelas coleções que estão lá nos armários da cozinha. O copo americano, alto e de vidro, é conhecido como o copo de modelo universal e do “povão”. Em restaurantes, bares, lanchonetes e nas residências, é o copo americano que prevalece para ser usado para servir água, sucos, leite e até mesmo café, o que para muitos é quase uma heresia. Mas ao menos uma meia dúzia deste exemplar precisa fazer parte dos utensílios da cozinha. Aproveite-os para decorar balcão – que, aliás, é outra tendência de uso.

Por isso, na hora em que for fazer a compra desses objetos, invista em diversos modelos – coloridos, altos, de boca larga, para tomar bebidas, sucos, licores.

Vale ainda postar no uso de canecas decorativas. Elas podem, assim como os copos, serem deixadas à mostra, penduradas ou organizadas de maneira divertida em prateleiras, que é uma outra opção muito funcional para quem não quer gastar muito com a compra de armários.

As prateleiras podem ser colocadas sobre bancadas, aproveitando melhor o espaço das paredes, que no geral, costumam ser pouco ou nunca utilizadas. Faça uso de adesivos, pastilhas nas paredes e combine-as com as prateleiras, os copos, e as canecas.

Inove também na escolha dos eletrodomésticos. Todos eles podem ser deixados à mostra em nichos formados com as próprias prateleiras. Eles são ótimos para auxiliar nas tarefas do dia a dia, e se combinados com a decoração da cozinha, acabam ganhando mais funcionalidade do que inicialmente é a proposta de uso deles. Invista nos coloridos, é uma tendência moderna e bem bacana.

Prateleiras-Para-Decorar

Quem quer decorar a casa sem gastar muito possui uma gama de opções – basta que seja usada a lei máxima da decoração: criatividade aliada à praticidade e otimização dos espaços. Por isso, apostar em algumas peças e itens é fundamental para conseguir uma decoração que dê efetivamente a ideia de aconchego e muita tranquilidade aos ambientes. E não se pode ainda esquecer-se de que a decoração deve contemplar a personalidade de quem vive na casa.

Um desses itens que são baratos e aplicam muito bem a teoria dos decoradores são as prateleiras. Prateleiras acrescentam praticidade e otimizam espaços em quaisquer que sejam os ambientes. Além disso, ainda conseguem aumentar a capacidade de armazenamento de certos objetos, como livros, brinquedos, roupas e até mantimentos de uma cozinha. Para quem possui pouco espaço, as prateleiras são consideradas as peças chave de toda a organização.

As prateleiras podem ser encontradas em diferentes tipos de materiais, cores, formatos e acabamentos. É possível também pedir que sejam feitas sob encomenda a um marceneiro, neste caso para quem não pode arriscar em comprar as que estão à venda, nas lojas de utilidades, por conta das famosas medidas padrão. Elas podem ser fixadas nas paredes com o auxílio de mãos francesas bonitas, em estilo colonial ou ainda as que são mais tradicionais em estilo triangular. Há modelos que já vêm acompanhadas por outros tipos de fixadores que suportam pesos dos mais variados.

Quem possui porões e garagens em casa e deseja garantir uma arrumação prática, deve optar por modelos de prateleiras de metal. Elas são bastante duráveis e podem suportar grande quantidade de peso. Não precisam de revestimento, nem de acabamentos especiais que evitem ferrugem a longo prazo.

Mas é ideal que elas sejam mais largas do que as escolhidas para serem colocadas em quartos, salas, cozinhas e banheiros. Para quem precisa de organização e não conta com muito dinheiro, uma boa opção são as pranchas de madeira de reflorestamento, compradas em madeireiras. Resistentes, já vêm aparelhadas e prontas para receber uma camada de verniz especial para proteger a madeira.

Ainda é possível em casa mesmo fazer uma “estante mais clássica”, em forma de prateleiras. Estas podem ser colocadas nas salas de estar ou de tevê, logo em cima dos painéis que estão bem na moda.

As prateleiras podem ser fixadas em locais também estratégicos. Em uma parede onde seria colocado apenas quadros decorativos, fixe duas ou três prateleiras pequenas e sob elas, coloque puffs decorativos ou pequenos cestos de vime no chão. Ficará charmoso e muito funcional.

 

Belo-Quarto-Decorado

Quem quer fazer uma reforma no quarto não precisa quebrar a cabeça, pensando em maneiras de conseguir juntar uma reserva a mais para investir em uma reforma, e ou decoração nova. Para fazer pequenas mudanças que sejam significativas na decoração do quarto, não é preciso gastar uma montanha de dinheiro. Basta seguir como premissa a máxima dos decoradores de interior: use a criatividade e faça grandes mudanças.

Uma medida que já faz uma diferença enorme e não precisa lá de grandes investimentos, é  renovar a pintura das paredes do quarto. Lembre-se de que a tinta tem baixo custo e você mesmo poderá realizar a pintura das paredes. Siga as dicas essenciais como escolher com cuidado a cor que será utilizada, privilegiando as tonalidades mais claras para os ambientes pequenos.

Quem quer inovar mesmo, privilegie as cores vibrantes para  a decoração do cômodo muito mais moderna e exclusiva. Os tons de azul e verde, como esmeralda, turquesa e azul esverdeado são tendência na decoração e podem ser ótimas escolhas para o ambiente, já que transmitem tranquilidade e elegância.

Aposte em espelhos. Espelhos são tidos no universo da decoração como elementos coringa, pois podem ser aplicados os ambientes de uma casa, para agregar diferentes efeitos. Além de ampliar os ambientes, eles ajudam a criar uma atmosfera elegante e, de quebra, deixam o cômodo muito bem decorado, graças as suas molduras estilosas. Coloque dois espelhos estreitos ao lado da cama, que alongam e expandem o ambiente, ou decore a parede da cabeceira com pequenos espelhinhos e molduras coloridas.

Aproveite ainda as próprias paredes do quarto para incrementar ainda mais a sua decoração. Nichos, prateleiras, ganchos e adesivos podem fazer milagres pelo cômodo, deixando seu visual mais divertido e bem produzido.

Quem não dispõe de dinheiro para comprar uma cama nova, mas não consegue mais ver a cama antiga, ao invés de se desfazer da peça, reforme ou incremente seu visual com algumas dicas simples. Os modelos de cama com cabeceira inteiriça podem ser decorados com adesivos, ou receber algumas demãos de tinta colorida. As cabeceiras vazadas, de metal ou madeira, ficam lindas rodeadas por luzinhas de natal ou tiras de flores de tecido. Se sua cama não tem cabeceira, aposte em adesivos decorativos e verá o quanto a produção irá ficar renovada.

Também aproveite para trocar as luminárias do quarto. Como luminárias são itens caros, procure fazê-las em casa de maneira artesanal e combinando com a decoração já escolhida para o quarto.

 

Bela-Cozinha-Pequena-Decorada

Os modelos ofertados de imóveis hoje na maioria das cidades urbanizadas segue um padrão único: são pequenos, ou quase pequenininhos. Muita gente se incomoda com a questão, mas não há muito como fugir desse modelo empregado pelas grandes construtoras e incorporações. A verdade é que falta espaço mesmo e a própria indústria da engenharia civil acaba se aproveitando da ausência de moradia: querem fazer o mínimo e oferecer o máximo de apartamentos em um mesmo prédio.

Reclamações à parte, todos estamos sujeitos à compra de um imóvel pequeno. Feita a aquisição, é outra dor de cabeça: mobiliar o imóvel e tentar conseguir ao máximo expandir o espaço. E isto é sim possível. Há truques que os decoradores de ambientes garante gerar a sensação de mais espacialidade: a grande sacada é investir em poucos móveis, que sejam multifuncionais, além de fazer o melhor aproveitamento de cada centímetro. E essa lição, especialmente para decoração de cozinhas pequenas é mais do que obrigatória de ser aplicada.

A distribuição dos móveis em uma cozinha pequena deve ser minimamente planejada. Não é possível colocar tudo o que se deseja, mas não é impossível organizar tudo o que é necessário.

Não dispor de muitos móveis e aderir a peças mais coringas como prateleiras altas, balcões que podem servir como mesas de jantar, banquinhos altos ao invés de cadeiras, são saídas importantes e que dão ar de amplitude no ambiente. Uma vez que alguns itens não podem ser dispensados, use a criatividade, com a planta da cozinha sempre nas mãos.

Tanto nas paredes quanto nos móveis, optar por cores claras é uma ótima decisão. As cores claras ampliam os espaços e aumenta a luminosidade, em especial o branco. O que não obriga que tudo na cozinha seja claro. Criar um pequeno contraste com pastilhas na parede próxima ao fogão ou a pia, torna o ambiente mais alegre e moderno.

Outro truque é usar portas de correr, caso realmente seja necessário isolar o ambiente. Se este não for o caso, deixar a circulação livre, sem portas é o melhor a ser feito.

Também abuse da iluminação aproveitando o máximo de entrada de luz na cozinha durante o dia. Use lâmpadas bem potentes no teto, já que elas são capazes de iluminar áreas bem maiores à noite.

Aposte também no uso mais assertivo de eletrodomésticos usados para compor a decoração final, bem como serem utilizados não devem ser grandes. Além de ocupar espaço, não há necessidade carregar o ambiente.

 

 

Bela-Decoração-Embaixo-da-Escada

Pessoas que moram em casas assobradadas, duplex, ou qualquer outro tipo de residência cuja formação estrutural tenha mais de um andar, sempre tem pelo menos uma escada no ambiente, e convive com o vão que se forma embaixo dela. Muitos consideram que aquele espaço que fica ali sob a escada seja um espaço morto, perdido. Mas não é bem assim. Este vão não precisa ser um espaço perdido e muito menos ignorado. Com alguns arranjos e objetos simples é possível produzir uma decoração interessante e tornar a área mais funcional e agradável.

São várias as possibilidades que um espaço embaixo da escada permite aos moradores na hora  de investir na decoração do local. Quem tem, por exemplo, um espaço bem grande embaixo da escada, pode apostar na montagem de um pequeno jardim interno.  Há diversas plantas que são justamente indicadas para serem postas em interiores das casas. As plantas além de se acomodarem bem em espaços sombreados, podem ser acompanhadas por flores que também gostam desse tipo de ambiente. Basta pensar em um projeto bacana e por a mão na massa.

Outra possibilidade é montar um pequeno bar sob a escada. Para isto, basta fazer o uso de prateleiras na parede, as quais podem abrigar garrafas, taças e copos. Para decorar o bar, aposte em elementos marcantes, luzes e cadeiras altas elegantes.

Uma outra opção, muito sugestiva por sinal, é fazer uma montagem de estante de livros. Em especial se o espaço é mais baixo. É possível cobrir todo o espaço com prateleiras e estruturas diversas e preencher com livros e revistas. Para complementar, uma poltrona próxima a estante pode tornar o local interessante para aproveitar um momento de relaxamento e leitura.

Outra sugestão, que em particular é bastante indicada para quem vive em locais cujo espaço é reduzido, uma boa pedida para decorar o espaço que fica vago sob a escada é fazer um armário para guardar casacos, utensílios ou sapatos, por exemplo. É possível também na instalação de uma escrivaninha ou mesmo de um pequeno sofá de madeira.

Se ainda não conseguiu definir o que fazer embaixo da escada, também acomode baús e caixas organizadoras com tampas. Nunca deixe um espaço morto em sua casa. Em tempos em que há falta de espaço, cada cantinho deve ser melhor aproveitado e se tronar um local super funcional para os moradores. Aproveite também e não esqueça que colocar quadros nas paredes da escada.