Como Aproveitar Melhor os Espaços da Cozinha

Decorar os ambientes não é a tarefa mais fácil do mundo. Embora seja muito agradável de ser feita, entender como se organiza o espaço e saber aproveitá-los de maneira otimizada é o grande desafio de profissionais do ramo e das pessoas que fazem a decoração de suas casas por meio do processo “faça você mesmo”. E determinados ambientes da casa demandam de mais conhecimento e expertise para saber aproveitar cada cantinho e deixá-los ainda mais aconchegantes e funcionais.

Isto acontece muito com a cozinha. É uma tendência dos novos empreendimentos imobiliários oferecerem cozinhas cada vez menores. Acontece que justamente a cozinha, que até pouco tempo era um ambiente secundário, ganhou mais importância em sua utilização – a cozinha hoje é um espaço não apenas destinado ao preparo dos alimentos, mas também é o local da casa onde se reúne a família, recebe – se os amigos, e confraterniza-se. Diz – se que a cozinha hoje, já é um canto da casa onde as pessoas passam mais tempo do que na própria sala de estar, perdendo o posto até mesmo para a sala de estar.

Por estas razões se faz tão importante o melhor aproveitamento do espaço da cozinha. Ela pode tanto ser integrada a outros espaços, quanto pode ser “estendida”, dependendo da escolha e disposição do mobiliário.

Portanto, aproveitar o espaço disponível da melhor maneira possível torna-se prioridade no cenário atual. Nesse sentido, duas dicas são fundamentais para as pessoas que possuem cozinhas pequenas e querem melhor aproveitá-las.

A primeira delas é utilizar armários com pequenas profundidades para o armazenamento de mantimentos e/ou copos e garrafas. Sabe aquele pedaço de parede que divide a cozinha da sala em frente ao fogão, por exemplo, pode ser uma opção para aplicar essa ideia. Com apenas 15/20 cm, já é possível ter esse mobiliário. No entanto, como nem sempre há um espaço sobrando na cozinha, essa ideia pode ser levada para a sala. A pequena profundidade de parede ao lado do acesso na sala foi transformada em uma “cristaleira” embutida, com ares de painel – auxiliando a guardar os itens que normalmente iriam para a cozinha. Fica bem interessante e não custa caro para quem irá fazer.

A segunda dica é justamente fazer uma aposta em bancadas desmontáveis. Durante o dia, a bancada funciona como um aparador com painel. Durante à noite, na hora do jantar, ela pode ser transformada em uma mesa pequena.