Invista em um Bom e Assertivo Projeto de Iluminação

A decoração de uma casa vai muito além de escolher móveis e objetos que deverão ocupar os espaços vazios dos ambientes. Quando é feita a decoração da casa ou de um apartamento novos, vários devem ser os itens a serem muito bem pensados para que, lá na frente, não se saia quebrando a casa inteira. Vale lembrar que ao longo do tempo, pequenas reformas são necessárias sim, mas elas devem ser feitas apenas depois de 5 anos que os moradores estão habitando seus lares. Este costuma ser o tempo médio indicado pelos profissionais de design de interiores.

Hoje, o que tem sido uma grande preocupação dos arquitetos é o projeto de iluminação de um imóvel. É importante pontuar que, no mundo inteiro, há uma larga preocupação com a questão da eficiência energética – em outras palavras, com a questão da economia de energia. A energia é fundamental para a continuidade do mundo moderno, e sem ela, é praticamente impossível viver hoje.

Por isso a palavra de ordem é economizar. Em todos os aspectos, no uso da água, no uso da energia. Assim, é importante que todas as lâmpadas da sua casa nova – ou o projeto de iluminação – seja se não totalmente sustentável, usar o máximo de produtos que sejam eficientes.

Durante já a concepção do projeto de iluminação e, depois, durante a sua execução – escolher, por exemplo, a lâmpada correta para cada ambiente, ou melhor, o tipo de luminária certa, que irão garantir um conforto maior na hora de assistir à televisão ou realizar pequenas tarefas do dia a dia e ainda garantir que a conta de luz no final do mês venha bem menor do que se imagina. Mesmo que lâmpadas de LED sejam caras – elas já custaram bem mais – o ideal é que todas as lâmpadas usadas no projeto sejam eficientes.

E não é apenas isto. Vale muito apostar no uso de iluminação natural – invista em vidros, janelas grandes, que deixam a luz natural passar.  Assim, evita-se de que uma lâmpada fique acesa o dia inteiro, consumindo mais energia ainda.

Em casos de uso de luminárias, aposte nas vazadas que deixam a luz passar de maneira mais efetiva. Assim, evita-se ter de comprar várias luminárias ou deixar ligadas várias lâmpadas para iluminar um mesmo ambiente.

Também, lembre-se de distribuir bem a iluminação em lavabos, banheiros, cozinha e salas. São áreas em que a iluminação não pode ser fraca e nem comprometida por conta de projetos não tão eficazes.